IMG_2648.JPG

Olá!

Bem vindo ao nosso blog. Aqui eu conto um pouco sobre minhas experiências dentro da Odontologia nos EUA e o Processo de Validação do Diploma de Odontologia nos EUA. Espero que você aprenda bastante!

Um dia de cada vez

Um dia de cada vez

 Uma coisa que é muito difícil de fazer é encontrar assuntos de motivação para quem não quer ser motivado para coisa alguma. Muita gente reclama do que está acontecendo ao seu redor, mas não faz, não mexe uma palha se quer, para mudar o que está acontecendo ali bem do lado dela.

         Eu conto um pouco sobre a minha vida, mas não da para eu ser referência ou ser usado como padrão. Cada um tem sua história, um ou outro comungam da mesma condição, mas nem de longe o que acontece com uma pessoa serve como referência para a maioria.

         No meu caso, eu nunca fui preparado para me tornar um empresário. Sim, mesmo tendo me graduado como Dentista, de modo ter um consultório próprio de sucesso e lucrativo, eu deveria ter me aperfeiçoado nesta área. Quem é que sai de quatro anos imerso em um mundo de estudos aprofundados da Odontologia e se sente apto a obter sucesso nos cinco primeiros anos da sua vida profissional? Quem é que neste curto período de tempo acha que tem plenas condições de se tornar o proprietário de um Consultório Odontológico de sucesso? Eu.

         Já contei neste espaço que meu sonho de trabalhar com Odontologia nos EUA foi totalmente dizimado em 1994, em um sábado qualquer, quando perguntei a um professor de Materiais Dentários o que era preciso para, depois de me formar dali 4 anos, trabalhar como Dentista nos EUA. Ah... doces momentos de frustração que nos torna o que somos hoje...

         Foram quase 10 anos vivendo sob a dita “impossibilidade”, achando que simplesmente ter uma cadeira Odontológica, algum conhecimento e alguns equipamentos caros seria possível galgar o sucesso clínico e profissional. Se pelo menos eu soubesse que era possível, talvez eu nem tivesse passado pelo que passei. Hoje eu entendo que tudo aquilo que passei serviu para me fazer uma pessoa melhor. Talvez em uma outra dimensão um outro eu tenha se dado melhor no começo da carreira, mas olhando para trás, hoje eu não troco a minha experiência de vida por nada diferente.

         Mas voltando... essa impossibilidade dita anteriormente acabou se mostrando uma grande mentira, porque os EUA sempre ofereceram uma oportunidade para Dentistas estrangeiros buscarem seu espaço dentro de seu território. O caminho não é fácil como muita gente acha. Não é simplesmente fazer uma prova do tipo “Revalida” e tudo num passe de mágica acontece. Para mim nem “Revalida” era uma opção, ainda que inexistente, porque nem isso eu sabia. Um grande defeito meu neste caso foi não questionar esse dito “professor” que disse que era impossível. Mas como fazê-lo? O cara tinha credenciais e na época tinha acabado de chegar dos EUA depois de um longo período de pós-graduação. Quem mais habilitado do que ele para confirmar ou não tal informação?

         Os anos passaram e depois de alguns insucessos eu tive a oportunidade de tentar alguma coisa fora do Brasil, justamente no local onde foi-me dito um dia ser impossível. A priori, nada dentro da Odontologia, ainda que eu tivesse aterrissado em Boston atrás desta oportunidade. O que primeiro me deu condições de buscar me manter nos EUA foi um trabalho que pagava salário mínimo (US$8.00/h) para recolher, arrumar e manter organizado o setor de sapatos de uma loja de departamentos. Ninguém acreditava que eu, como Dentista formado, estava feliz trabalhando naquele lugar. Ninguém acreditava quando eu, como Dentista formado, dizia que no final do mês tinha mais dinheiro na mão fazendo aquele trabalho do que dentro do meu consultório em quase 10 anos de atividade anterior.

         Minha consideração para aqueles que desejam deixar o Brasil, seja por qualquer motivo, é para que venham para os EUA com a cabeça aberta. Deixem o orgulho de lado. Deixem para trás tudo aquilo que é fútil e supérfluo para se abrirem à novas experiências e oportunidades. Venham dispostos a aprender coisas novas, conhecer gente nova, passar por novas experiências e frustrações. Ainda que seja difícil pensar neste assunto, frustrações também fazem parte do nosso crescimento. Os erros que cometemos hoje nos dirigem os acertos amanhã.

         Um abraço e sucesso sempre!

Motivação e Preparo   

Motivação e Preparo  

National Board Dental Examination Part I e II – Uma breve descrição

National Board Dental Examination Part I e II – Uma breve descrição