IMG_2648.JPG

Olá!

Bem vindo ao nosso blog. Aqui eu conto um pouco sobre minhas experiências dentro da Odontologia nos EUA e o Processo de Validação do Diploma de Odontologia nos EUA. Espero que você aprenda bastante!

O trabalho como Dental Assistant

O trabalho como Dental Assistant

      Este assunto realmente é muito delicado. Pensei muito antes de me achegar até o computador para poder escrever alguma coisa sobre este assunto. Por onde começar então?

            Vamos pelo início.

            O blog Dentista Brasileiro nos Estados Unidos tomou uma dimensão maior do que eu inicialmente imaginava. A ideia inicialmente era fazer postagens contando um pouco da minha experiência como Dentista Brasileiro que iniciou – ou reiniciou – sua carreira nos Estados Unidos.

            Tudo teria permanecido dentro deste contexto se não fosse a minha busca por uma forma de validar o meu Diploma aqui nos Estados Unidos. Se você acompanha este blog há algum tempo, sabe que eu trabalho em em um Community Health Center no Estado de Massachusetts e o Board of Registration in Dentistry deste Estado permite que Dentistas graduados fora dos EUA exerçam a atividade dentro de Community Health Centers, Hospitais e Prisões sempre sob a supervisão de um Dentista formado em uma Universidade Americana. Esta chamada “Limited License” estende-se por no máximo 5 anos, quando então o Dentista portador desta modalidade de Licença deve ou parar de trabalhar como Dentista ou realizar uma prova prática (NERB) com atendimento de pacientes e laboratorial em manequins.

            Muito bem, por duas ocasiões distintas eu tentei buscar a validação do meu Diploma aqui nos Estados Unidos. A primeira vez foi quando fiz a prova do NBDE parte I em 2009 e não consegui aprovação por mero meio ponto. Doeu! Muito! Dinheiro e tempo perdido, mas aprendi e vi in loco como a prova funciona e a dinâmica da mesma. Caso tivesse sido aprovado, teria condições de aplicar para ser aceito em um dos programas que validariam meu Diploma e que aceitassem somente a parte I do NBDE. Não foi daquela vez.

            A segunda vez foi quando tentei ingressar em um dos programas chamados Advanced Education in General Dentistry oferecido pela Boston University. Fiz tudo conforme o previsto. Pilhas e pilhas de documentos enviados eletronicamente, cartas de recomendação, taxas de inscrição, redação contando a minha historia e o porque eu seria um bom candidato para o programa.

            Nem fui chamado para entrevista.

            A resignação veio, ficou, parou... mas para ser bem sincero – e quem me conhece sabe bem disto – eu estou feliz fazendo o que eu faço. Pode até parecer demagogia, mas não é. E sabe por que? Ainda que eu não ganhe o mesmo que ganha um Dentista que trabalha no setor privado, eu tenho um ambiente de trabalho excepcional, agenda cheia por pelo menos dois meses a frente, uma equipe extraordinária e a paz e tranquilidade de chegar em casa sem me preocupar com folha de pagamento, compra de material, problemas trabalhistas etc.

            Pois bem. O blog que inicialmente tinha no seu conteúdo um pouco das impressões que eu tinha exercendo a Odontologia aqui nos EUA, tornou-se uma referencia para Dentistas do Brasil que desejam imigrar para os Estados Unidos e trabalharem como Dentistas aqui.

            Da para imaginar?

            Ainda que vez ou outra eu me pergunte para onde eu vou caminhar profissionalmente, prefiro não me afundar neste tipo de questão. A minha satisfação hoje é o que me motiva a fazer o trabalho da melhor maneira possível. Posso na terminar meus dias como um milionário que ganhou rios de dinheiro com a Odontologia. Mas para que né? No final vamos todos para debaixo da terra. Meu tesouro e esperança futura são mais elevados.

            O blog tomando a dimensão que tomou acabou trazendo questões de duvidas que semanalmente procuro dirimir junto àqueles que me encontram através do e-mail. Tenho acompanhado a crise politica que se instalou no Brasil. Insegurança, inflação, corrupção, falta de perspectiva. Tudo aquilo que eu vivenciei ate o segundo semestre de 2007 quando finalmente decidi deixar o Brasil de vez. E muitas destas duvidas estão atreladas à questão: Até eu conseguir validar meu Diploma posso trabalhar como Assistente em consultório?

            Mais e mais pessoas me perguntam sobre esta possibilidade. A resposta é SIM!! Você PODE trabalhar como Dental Assistant tendo o Diploma de Odontologia do Brasil.

            Mas calma com o andor que o santo é de barro! Sim, porque se este santo – o trabalho como Dental Assistant – cair as chances de se remendar o futuro dentro da Odontologia, e mesmo sua permanência nos EUA, pode ser comprometido.

            O meio mais fácil por que as pessoas imaginam entrar nos Estados Unidos é com o uso do “Visto de Turista”. Perguntam para mim se conseguem um emprego quando chegarem aqui assim que aportam em solo americano. Se o seu desejo futuro é viver aqui nos Estados Unidos, meu conselho é que você entre aqui da forma correta. Se for com visto de turista, venha passear. Nada impede de visitar consultórios, clinicas e conversar com os profissionais locais, mas não caia na besteira de procurar emprego com esta modalidade de visto. Turista passeia, não trabalha!

            Eu não vou me detalhar nesta questão porque que não conheço o assunto com profundidade para colocar todas as informações necessárias. Meu conselho – e o que tenho dito e respondido constantemente àqueles que me perguntam – é entrar em contato com advogados especializados em imigração. Joga o termo no Google e encontre um profissional competente e qualificado para ajuda-lo.

            O trabalho como Dental Assistant ira ajudar o Dentista Brasileiro e entender um pouco sobre a dinâmica dentro de um consultório norte-americano. Ajuda muito! Mas o que eu quero deixar frisado aqui é que mesmo você sendo Dentista no Brasil, aqui nos EUA você não terá voz ativa.

            Mesmo vendo absurdos clínicos feitos por outros Dentistas você, como Dental Assistant, não poderá fazer comentário nenhum com paciente sobre o que você esta vendo clinicamente. Talvez com o Dentista – seu chefe – se ele(a) pedir sua opinião sabendo que você também é Dentista, mas nunca – NUNCA – discutir plano de tratamento ou sua opinião com paciente.

            A pergunta que eu quero que você considere é: Será que você estaria disposto a isto?

            É um assunto longo e delicado, mas que eu gostaria de colocar no ar.

            Outra coisa importantíssima que eu acho importante reforçar é que qualquer – eu digo QUALQUER – trabalho realizado com dedicação aqui nos Estados Unidos é reconhecido. Eu sou testemunha clara disto. Quando cheguei aqui nos EUA, eu trabalhei em uma loja de departamentos recolhendo sapatos do chão e arrumando prateleiras por aproximadamente 8 meses. No primeiro mês de trabalho eu recebi menção como melhor funcionário do mês. Não existe segredo. Chegue na hora, faça sem reclamar o que for pedido, tenha uma atitude positiva e dedique-se ao máximo a aprender alguma coisa nova. Os americanos podem ter todos os defeitos do mundo, mas eles sabem reconhecer uma pessoa interessada e dedicada naquilo que faz.

            Se você decidir imigrar, venha com sua condição de imigração correta. Não queime etapas e olhe sempre para frente. O caminho é longo, cansativo, tortuoso, caro – para validar o Diploma – mas no final valera muito a pena.

            Qualquer duvida entre em contato comigo pelo e-mail drjackcosta@gmail.com

            Um abraço e sucesso sempre!

 

 

É Possível!

É Possível!

Especialização nos EUA

Especialização nos EUA